Vacinas para gatos – Saiba tudo sobre

As vacinas para gatos devem estar sempre em dia, por isso fique atento e saiba mais sobre a importância de cada uma delas. As vacinas são fatores que certamente vão determinar o bem estar e saúde do seu felino, seja ele adulto ou filhote.

Os gatos filhotes normalmente merecem uma maior atenção em relação as vacinas, pois como ainda não se desenvolveram totalmente, acabam se tornando alvos fáceis para algumas doenças felinas.

vacinas-para-gatos

Vacinas para gatos: V3 ou V4:

As vacinas para gatos mais importantes são: V3 tríplice, V4 quadrupla ou V5 quintupla, acompanhadas da vacina antirrábica. Normalmente os veterinários optam pelas vacinas V3 tríplice e V4 quadrupla para começar com o esquema de imunização. A vacina V3  é contra as doenças Panleucopenia, Rinotraqueíte e Calicivirose. Já a V4 além de proteger contra as mesmas doenças da V3, também  protege contra a doença Clamidiose.  A V5 contém todos os benefícios da V4 e também protege contra a Leucemia Felina, porém antes de sua aplicação o gato deve passar por um exame sorológico para certificar-se de que não é um portador assintomático da Leucemia.

Lembre-se antes de qualquer vacinação o gato deve estar saudável e vermifugado, caso o animal apresente algum sintoma fora do normal avise o veterinário previamente.

Vacinas para gatos filhotes:

As vacinas  para gatos só podem ser feitas depois que o gatinho completar seus 2 meses de vida e os intervalos entre as vacinas podem ser feitos entre 21 a 30 dias.

  • A partir dos 60 dias  – Fazer a 1º dose das vacinas V3, v4 ou V5
  • Depois de 21 a 30 dias da 1ª dose – Fazer a 2º dose das vacinas V3, v4 ou V5
  • Depois de 21 a 30 dias da 2ª dose – Fazer a 3º dose das vacinas V3, v4 ou V5 mais a vacina antirrábica.

Vacinas para gatos adultos:

O esquema de vacinas para gatos adultos é mais tranquilo, pois será feita apenas uma dose de V3, V4 ou V5 mais a vacina contra a raiva. As vacinas dever ser repetidas anualmente nas datas corretas e, se por acaso as vacinas ficarem atrasadas, provavelmente o veterinário vai fazer um reforço de vacinas no seu animal. Ou seja, ao invés do gato tomar apenas 1 dose, ele terá que tomar 2º doses das respectivas vacinas, com intervalos de 21 a 30 dias.

Tabela de vacinas para gatos:

tabela-de-vacinação-para-gatos-800x498

Imagem: Bicho de Apê

 Possíveis reações após a vacinação: 

Os gatos podem ter algumas reações após a vacinação, por isso é muito importante que você fique atento aos sinais como dificuldade respiratória, vômitos, descoordenação e coceiras no corpo ou na cabeça – os sinais mais frequentes em felinos. Se o seu gato apresentar algum deles, leve-o rapidamente para clínica, pois as complicações podem ainda ser maiores se o atendimento não for adequado.

É muito difícil o médico veterinário conseguir prever as reações, por isso avise-o caso o seu gato já tenha sofrido alguma reação alérgica. Em alguns casos é possível que o veterinário aplique ou recomende antialérgicos ou anti-histamínicos antes da vacinação para que iniba a reação.

*Este post é meramente informativo, sempre consulte o médico veterinário.

Recomendamos para você:

The following two tabs change content below.
Autor do blog Bicho de Apê, publicitário por formação e estudante de Medicina Veterinária.

Latest posts by Gabriel Ortiz (see all)