Sarna em cães – Saiba como identificar

A sarna em cães é bem comum nos consultórios veterinários, a doença é causada por pequenos ácaros que ficam dentro da pele do animal. Os ácaros podem ser encontrados em qualquer lugar que você possa imaginar, na rua, nas casinhas, caminhas, cobertores, sofás, carpetes e em muitos outros lugares. Por isso é muito importante que você saiba como identificar a sarna em seu cachorrinho, para que o problema não se alastre.

sarna-em-caes

 

Imagem: Reprodução

Existem 3 tipos diferentes de sarna em cães: sarna demodécica, sarna sarcóptica e sarna otodécica. Todas são causadas pelos ácaros, mas cada uma delas possui suas próprias características e diferentes locais de atuação. Não importa qual seja o tipo de sarna, caso você suspeite, leve o seu animal para um médico veterinário para que ele possa fazer uma melhor avaliação.

Sarna negra ou demodécica

O que causa:sarna negra é causada pelo ácaro demodex canis. O ácaro que acaba acometendo os cães, é diferente dos outros tipos de ácaros, pois esse, já está presente em todos os cães a partir do nascimento.O fato do cachorro apresentar ou não os sintomas da sarna, está relacionado diretamente com o sistema imunológico do animal. A maioria dos casos de sarna demodécica ocorre em animais jovens e filhotes.

sarna-demodecicaImagem: Skinpet – Nome do animal: Tara

Sintomas da Sarna negra ou demodécica: o ácaro está presente nas glândulas sebáceas e em folículos pilosos. Um dos principais sintomas desse tipo de sarna são as lesões avermelhadas na pele, crostas e escamação. Normalmente os pruridos começam aparecer nos membros e extremidades, na região dorsal e ventral.

Diagnóstico: é necessário realizar o’ raspado’. O  exame parasitológico consiste em colher amostras do local onde as lesões estão aparentes. O médico irá analisar as amostras microscopicamente para fechar o diagnóstico e iniciar o tratamento correto.

Cura: a doença não possui cura, mas pode ser controlada. A castração é uma boa maneira de inibir a propagação dos ácaros, por isso é indicado para os animais que já apresentaram ou que já receberam tratamento para a demodecica. Um animal pode passar a vida inteira sem apresentar os sintomas da sarna, isso vai depender da sensibilidade de cada animal.

Sarna sarcóptica:

O que causa: a sarna sarcóptica é causada pelo ácaro sarcoptes scabei. Esse tipo de sarna pode ser encontrado em cães, gatos, equinos, bovinos e até mesmo em humanos.  É importante tomar cuidado com a sarna sarcóptica, pois ela pode ser transmitida para outros animais por meio de objetos como, pentes, cobertores e caminhas. Sempre mantenha o animal infectado longe dos outros para prevenir a transmissão do ácaro.

Diagnóstico: o exame consiste em colher amostras da região afetada, que depois são analisadas no microscópio para a identificação de ácaros ou ovos presentes.

sarna-sarcóptica

Imagem: Reprodução

Sintomas da sarna sarcóptica: o animal normalmente apresenta muita coceira acompanhada de sintomas como lesões avermelhadas na pele, crostas, pruridos, secreções e escamações. As principais regiões afetadas são as bordas das orelhas, cotovelos e tornozelos.  Além das regiões citadas acima, uma característica bem comum da sarcóptica é o odor bem forte que o animal acaba exalando. A doença pode afetar todos os tipos de cães em qualquer idade, por mais que a infestação inicie em regiões com menor volume de pelos, ela pode se tornar generalizada e afetar outras áreas do corpo do animal.

Sarna otodécica:

O que causa: o ácaro Otodectes cynotis é o causador da conhecida sarna de ouvido. É comum as  pessoas confundirem a doença com a otite canina, por isso fique atento aos sinais.  A sarna pode ser encontrada em cães, gatos e furões. Essa sarna não transmite para os humanos mas pode ser transmitida para outros animais.

Diagnóstico: o exame para detectar a sarna otodécica, é parecido com os exames citados para os outros tipos de sarna. O médico veterinário deverá colher amostras dos pelos das orelhas para detectar ácaros presentes no canal auditivo do animal.

sarna-de-ouvidoImagem: Reprodução

Sintomas da sarna otodécica: o principal sintoma que o animal pode apresentar é o prurido nas orelhas. Os animais que possuem o ácaro acabam esfregando e coçando as orelhas inúmeras vezes ao dia. É muito comum ver os cachorros sacudirem a cabeça com força para tentarem aliviar o incomodo. Muitas vezes o fato de sacudir a cabeça, pode trazer outros problemas secundários como hematomas.

 Observações:

O objetivo da matéria é informar os donos, mostrando os sintomas e como identificar cada tipo de sarna. Como já falei em outros posts, eu sou estudante de medicina veterinária e ainda não cabe a mim diagnosticar ou sugerir qualquer tipo de tratamento. Caso você suspeite que o seu animal possa estar com alguns dos 3 tipos de sarna, leve-o ao veterinário para ajuda profissional. 

*Este post é meramente informativo, sempre consulte o médico veterinário.

Recomendamos para você:

The following two tabs change content below.
Autor do blog Bicho de Apê, publicitário por formação e estudante de Medicina Veterinária.

Latest posts by Gabriel Ortiz (see all)