Alimentos proibidos para cães

Selecionei alguns alimentos proibidos para cães, que você jamais poderá oferecer para seu amigo .Quem nunca estava comendo um lanchinho da tarde e não resistiu aquele olhar de pidão e deu um pedacinho?! Temos que tomar muito cuidado com os alimentos que oferecemos a eles, pois  podem causar grandes problemas na saúde como a intoxicação alimentar ou ingestão excessiva.

Assista o vídeo:

 

chocolate-Foto: Reprodução

1 – CHOCOLATE:

Nós achamos o chocolate uma delícia, mas ele não é recomendável para os animais. O alcaloide que é derivado do cacau, conhecido como teobromina, é um dos principais vilões. Quanto mais puro o chocolate, maior chance de intoxicação, com risco até de morte. O motivo é que o figado dos cães não consegue metabolizar essa substância parente da cafeína e ela se mantém ativa no organismo do animal, podendo causar danos como taquicardia, espasmos musculares, diarreia e vômitos.

2 – CARAMBOLA:

A Carambola, por sua vez, possui uma grande quantidade de ácido oxálico insolúvel. Esta substância pode prejudicar os rins com deposição de cálculos urinários (pedras). Alguns dos sintomas da intoxicação são: salivação, vômitos, falta de apetite, diarreia, tremores, fraqueza, alterações na sede ou até mesmo a presença de cristais ou sangue na urina.

3- CEBOLA OU ALIMENTOS ACEBOLADOS:

A cebola contém a substância ‘n-propil disulfito’ que pode causar tipos graves de anemias. Por isso fique atento aos alimentos que são preparados com cebola (bife acebolado, arroz com cebola). Alimentos industrializados que possuem em sua composição a cebola também estão na lista como por exemplo papinhas de neném, salgadinhos e molhos de tomate.

Abacate

Foto: Reprodução

4- ABACATE:

O abacate possui uma substância chamada persina, derivada de ácido graxo, ela pode causar intoxicação com vômitos, diarreia e alterações cardíacas. A polpa do abacate pode ser dada com uma certa moderação por causa do valor calórico, mas nunca esqueça de tirar o caroço da fruta, pois é muito comum cirurgias de emergência para a retirada de caroços em estômagos de cães.

5- OSSOS DE COURO:

É muito importante ficar atento quando for comprar ossinhos para o seu cachorro, pois alguns deles podem ter alvejantes, como a soda cáustica. Sempre prestar atenção no osso depois que foi dado ao cãozinho, pois ele pode engolir um pedaço grande e depois ter problemas digestivos.

6- OSSO DE AVE COZIDO:

Quando se cozinha, a estrutura molecular do colágeno do osso se altera, permitindo que fique mais rígido quando partido. Isso pode ser um problema, pois aumenta o risco de uma  perfuração gastrintestinal, além de dificultar a digestão, dando uma maior margem para obstruções. O mais correto é que o osso seja ingerido em seu estado natural, cru.

massa crua de pão

Foto: Reprodução

7 – MASSA CRUA DE BOLO OU PÃO:

O fermento presente na massa crua irá produzir gases no trato digestivo, podendo causar desconforto e dores pela distensão do estômago ou das alças intestinais.

8- XILITOL:

O xilitol é u tipo de adoçante natural, que normalmente é usado como uma alternativa pelos humanos, mas para os nosso mascotes ele pode causar hipoglicemia, vômito, fraqueza e convulsões. Acredite se quiser, existem pessoas que dão isso para seus animais.

E o seu mascote já teve algum problema com algum tipo de comida? Conte nos comentários para prevenir que outros bichinhos também sofram!

 

Recomendamos para você:

The following two tabs change content below.
Autor do blog Bicho de Apê, publicitário por formação e estudante de Medicina Veterinária.

Latest posts by Gabriel Ortiz (see all)